Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 3 de março de 2011

Toti Dal Monte

Antonietta Meneghel nasceu em Magliano Veneto, na província de Treviso a 27 de Junho de 1893 e viria a falecer em Pieve di Soligo. a 26 de Janeiro de 1975, com 81 anos, mais conhecida pelo nome artístico de Toti Dal Monte, foi uma famosa soprano de ópera italiana, uma favorita de Arturo Toscanini.

Estreou-se no La Scala de aos dezassete anos como "Biancofiore" em Francesca da Rimini de Riccardo Zandonai.

Foi um sucesso imediato, e a sua voz clara como um 'rouxinol' viria a ser muito apreciada no mundo inteiro.

Os seus papéis mais famosos incluíram "Amina" em La sonnambula de Bellini, "Lucia" em Lucia di Lammermoor de Donizetti e "Gilda" em Rigoletto de Verdi.

No entanto, o papel onde foi mais aclamada foi "Cio-cio-san" em Madama Butterfly de Puccini, como pode ser apreciado na gravação que fez com Beniamino Gigli no papel de "Pinkerton".

Ouça-mo-los cantando Viena la sera um dueto do 1º acto dessa ópera




Em 1924, após os triunfos de Milão e Paris, mas antes da sua estreia em Londres e Nova Iorque, foi contratada pela soprano australiana Nellie Melba para uma digressão pela Austrália.

A digressão foi um sucesso popular, não se registando nenhuma rivalidade entre a Melba, já nos seus anos finais de palco, e a jovem estrela Dal Monte.

Em 1928, na sua terceira visita à Austrália, Dal Monte casou com o tenor Enzo de Muro Lomanto em Sydney.

Toti Dal Monte retirou-se dos palcos de ópera em 1943, aos cinquenta anos.

Algumas interpretações

  • Flammen perdonami- Lodoletta de Mascagni


  • La ricchezza ed il grado-A Filha do Regimento de Donizetti



  • Ah non credea mirarti -Sonâmbula de Bellini


E numa aparição na TV depois de retirada



Sem comentários: