Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sábado, 24 de outubro de 2009

Sansão e Dalila-Final

Acabou hoje ao fim de três récitas, (acho sempre curto), o Festival anual de Ópera de Portimão, com a exibição da Ópera de Saint-Saenz, Sansão e Dalila, cantada por Carlos Guilherme e Alla Gorobchenko, uma mezzo ucraniana, que não conhecia e confesso nunca tinha ouvido falar, mas que me agradou.
Acrescento igualmente o bom desempenho do nosso barítono Luís Rodrigues no papel do Sumo.sacerdote.

Recordo aqui o final da ópera, nos papéis principais Plácido Domingo, Olga Borodina e Jean Philippe Lafont


domingo, 18 de outubro de 2009

Otello-Avé Maria

Nesta sexta-feira passada, dia 17 de Outubro, decorreu o 2ºdia de mais um Festival de Ópera de Portimão, julgo que pelo 4º ano seguido. Obviamente que não podia faltar, em cena um Otello de Verdi, que considerei interessante.

O papel protagonista cantado por um tenor brasileiro chamado Richard Bauer, que ouvi cantar pela primeira vez, com agrado. A Desdémona foi interpretada pela mezzo australiana Alexandra Wilson que já conhecia doutras incursões e a confirmação da qualidade do nosso barítono Luís Rodrigues, no papel de Iago.

O directo artístico destes Festivais é o mastro Ferreira Lobo, que desta vez não dirigiu a Orquestra do Norte, cedendo a batuta ao prestigiado maestro Felix Carrasco.

Desta ópera recordo aqui a Avé Maria, cantada no 3º acto dessa ópera, cantada por Kiri te Kanawa a fantástica soprano neozelandesa.

Ave Maria, piena di grazia, eletta
fra le spose e le vergini sei tu,
sia benedetto il frutto, o benedetta,
di tue materne viscere, Gesù.

Prega per chi adorando a te si prostra,

prega nel peccator, per l'innocente,
e pel debole oppresso e pel possente,
misero anch'esso, tua pietà dimostra.
Prega per chi sotto (animando)
l'oltraggio piega
la fronte e sotto la malvagia sorte;

per noi, per noi tu prega, prega
sempre e nell'ora della morte nostra,
prega per noi, prega per noi, prega.

Ave Maria. . .
nell'ora della morte.
Ave!. . .Amen!



sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Falstaff-Sul fil d'un soffio etesio

Comemora-se hoje a data de nascimento de Verdi, que aconteceu em La Roncole ducado de Parma, cidade próxima a Milão.

Aqui se relembra a título de homenagem da sua última ópera Falstaff, uma ária do 3º acto Sul fil d'un soffio etesio", cantada por Patricia Wise, com o apontamento de aparecer Juan Pons, fugazmente que aqui interpretava o papel protagonista.

Nanetta, desempenhando o papel da Rainha das Fadas, instrui seus ajudantes ( "Sul fil d'un soffio etesio" / "O sopro de uma brisa perfumada, voai, espíritos ágeis")

Sul fil d'un soffio etesio
Scorrete, agili larve;
Fra i rami un baglior cesio
D'alba lunare apparve.
Danzate! e il passo blando
Misuri un blando suon.
Le magiche accoppiando
Carole alla canzon.


Caso não consiga ver o clip clicar >>>>>>>>>> aqui