Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Solveig's Song e Solveig's Cradle Song

Aulikki Rautawaara foi uma soprano finlandesa, falecida em 1990 com 84 anos. Nascida no seio duma família de músicos, O pai também cantor e dirigiam uma escola de música, tendo começado a cantar com o pai , tendo depois coçado a cantar no Conservatório de Helsínquia, onde ganhou uma bolsa de estudo para estudar em Berlim

O irmão era violoncelista e um seu primo compositor.

Aulikki foi bastante conhecida como interprete das canções de Sibelius e das óperas de Mozart.

Aqui canta de Edvard Grieg Solveig's Song e a Solveig's Cradle Song da Peer Gynt

Para ouvir clicar >>>>>>>>aqui

domingo, 28 de dezembro de 2008

O Morcego-Mein herr marquis

Janet Perry é uma soprano norte-americana, nascida em Minneapolis em 27 de Dezembro de 1947, hoje retirada da presença em palco, mas dedicando-se ao ensino

Estreou-se em 1969 na ópera de Linz, no papel de Zerlina na Don Giovanni
Tendo ganhou seu Bacharelado em Música, ela saiu para a Europa, onde ela estreou na Ópera Linz, como Zerlina em Don Giovanni, em 1969.

Aqui ela canta o papel de Adele numa famosa produção para televisão sob a direcção de
Carlos Kleiber.

Para ver clicar >>>>>>>>>>>> aqui

sábado, 27 de dezembro de 2008

Aida-O patria mia

Maria Chiara é uma soprano lírica italiana. Nasceu em Oderzo e estudou no Conservatório de Veneza e em Turim e a sua estreia foi em Veneza em 1965, no papel de Desdémona da ópera Otello de Verdi.

Destacou-se cantando, Aida, Tosca e Buterfly entre outros.

Aposentada como interprete dedica-se ao ensino. Ouçamo-la numa récita so Scala e, 1986, no papel de Aida em que contracenou com Luciano Pavarotti, na ária O Patria mia.

Para ouvir clicar >>>>>>>>>>>>>>> aqui.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Trovador-Stride la vampa

Viorica Cortez canta a ária Stride la vampa do Trovador

Trata-se duma mezzo-soprano romena, Começou cantando Sansão e Dalila de Saint-Saens,


domingo, 21 de dezembro de 2008

Il Puritani-A te o cara

Da opera em actos I Puritani de Vicenzo Bellini com libretto de Carlo Pepoli, estrada em 25 de Janeiro de 1835, em Paris no Teatro Italiano, o dueto "A te o cara."

Nos papéis de Elvira, Gianna d Angelis e de Arturo, Luciano Soldari

Para ver clicar >>>>>>>>>>>>>>>>>>> aqui

sábado, 20 de dezembro de 2008

Piango gemo sospiro

No 4º aniversário da morte da grande Renata Tebaldi, do dia 19 de Dezembro de 2004, apresento esta cantata composta por Vivaldi

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Bodas de Figaro-Deh, vieni, non tardar

Hoje dia 18 de Dezembro assinala-se o dia do nascimento de Rita Streich, soprano alemã, nascida em Barnaul na Rússia. , mas muda-se para a Alemanha no fim da 2ª guerra mundial, atendendo à sua ascendência paterna ser alemã.

Morreu em Viena em 1987 em Viena, vítima de um tumor cerebral.

Conhecida como o “Rouxinol de Viena”, foi uma das maiores intérpretes de Mozart e Strauss do século passado


Canta o recitativo "Giunse alfin il momento", seguido da ária de Susana "Deh, vieni, non tardar" da ópera de Mozart " As bodas de Figaro"




O sole mio

No dia 27 de Março de 1979, no Coliseu do Recreios eu estava lá. Cantava-se Gianni Schicchi de Puccini e a Cavalleria Rusticana de Mascagni.

Elencos de luxo, para Puccini, Bruscantini, Elsa Saque e Carmen Stara, para a Cavalleria, Fiorenza Cossoto, Isabel Malaguerra, Benito de Bella e Nunzio Todisco.

É precisamente Nunzio Todisco tenor italiano nascido em Nápoles em 11 de Junho de 1942
que aqui recordo, interpretando um clássico, que como diz o apresentador neste vídeo, é o hino nacional de Itália nº 2

Qhe bella cosa na jurnata 'e sole,
n'aria serena doppo na tempesta!
Pe' ll'aria fresca pare gia' na festa...
Che bella cosa na jurnata 'e sole.

Ma n'atu sole
cchiu' bello, oi ne'.
'o sole mio
sta 'nfronte a te!
‘o sole, ‘o sole mio
sta 'nfronte a te!
sta 'nfronte a te!

Lùcene 'e llastre d'a fenesta toia;
'na lavannara canta e se ne vanta
e pe' tramente torce, spanne e canta
lùcene 'e llastre d'a fenesta toia.

Ma n'atu sole
cchiu' bello, oi ne'.
'o sole mio
sta 'nfronte a te!
‘o sole, ‘o sole mio
sta 'nfronte a te!
sta 'nfronte a te!

Quanno fa notte e 'o sole
se ne scenne,
me vene quase 'na malincunia;
sotto 'a fenesta toia restarria
quanno fa notte e 'o sole
se ne scenne.

Ma n'atu sole
cchiu' bello, oi ne'.
'o sole mio
sta 'nfronte a te!
‘o sole, ‘o sole mio
sta 'nfronte a te!
sta 'nfronte a te!


Para ver clicar >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> aqui

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

O Morcego-Abertura

Foi Offenbach, segundo se diz que terá induzido Strauss a experimentar o campo da opereta. Não que este o tenha feito de imediato, mas por certo a admiração recíproca que tinham um pelo outro, terá tido a sua influência

Muito embora tenha começado a escrever opereta em 1870, presume-se que uns 6 anos depois da sugestão de Offenbach, só em 1874 em 5 de Abril, se dá a estreia de "O Morcego" (Die Fledermaus), no Theater an der Wien

A abertura constitui uma das aberturas mais famosas e conhecidas

Aqui a interpretação é da Orquestra Sinfonica de Ribeirão Preto dirigida por Claudio Cruz,