Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

terça-feira, 24 de maio de 2011

Leontyne Price-2ºparte


Na década seguinte, Karajan conduziu Price em alguns das suas melhores performances. Em Don Giovanni de Mozart, Il Trovatore de Verdi e Tosca de Puccini.

Em 1958, Price apareceu como Aida na sua estréia no Royal Opera House, Convent Garden e na Arena de Verona. No dia 21 de Maio de 1960 ela apareceu no La Scala, novamente com Aida.

Foi a primeira afroestadunidense a ter um papel principal em uma companhia de ópera italiana.

Depois de ouvir a performance de Il Trovatore em 1959 em Verona, Sir Rudolf Bing ofereceu outra chance dela se apresentar no Metropolitan. No dia 27 de Janeiro de 1961 Price se apresentou no Met com Franco Corelli, em Il Trovatore, de Verdi.

A performance foi um sucesso, tendo uma ovação de quarenta e dois minutos, certamente uma das mais longas da história do Met.

Nas semanas seguintes Price cantou quatro outros papéis de mesmo sucesso: Aida, Cio-Cio-San de Madama Butterfly (Puccini), Donna Anna de Don Giovanni (Mozart) e Liù de Turandot (Puccini). Foram sucessos, e ela apareceu na revista Time, com o título "Cantora do Ano"

  • Signore ascolta de Turandot

Em setembro de 1961 ea abriu a temporada do Met como Minnie em La Fanciulla del West. A segunda performance foi terrível, Price sofreu de uma rara crise vocal: ela perdeu sua voz e teve que falar suas falas até o fim da cena. Soprano Dorothy Kirsten foi chamada para cantar o terceiro ato. Os jornais reportaram que Price teve um vírus, mas Price disse que foi por causa da pressão psicológica, do tamanho sucesso em pouco tempo. Depois disso ela cancelou suas apresentações por três meses, e descançou em Roma.

  • Laggiu nel soledad da La Fanciulla del West

domingo, 8 de maio de 2011

Leontyne Price-1ºparte

Leontyne Price nasceu a 10 de Fevereiro de 1927 num bairro negro de Laurel, Mississippi. Seu pai trabalhou numa fábrica de madeira e sua mãe era uma parteira que cantou no coro da igreja. Eles esperaram treze anos por uma criança e Leontyne se tornou o foco de intenso amor e orgulho.

Nos seus treze anos, Price entrou para o segundo coral da Igreja Metodista St. Paul enquanto cantava no coro negro da escola.

Sua primeira performance importante aconteceu em 1952 em uma produção estudantil de Falstaff, de Verdi. Depois dessa apresentação, Virgil Thomson a contradou para sua ópera totalmente negra Four Saints in Three Acts.

Depois de duas semanas na Broadway, Saints foi para Paris. Em Paris, ela foi chamada para fazer a personagem Bess de Porgy and Bess, uma obra de George Gershwin e retornou para os Estados Unidos para uma turné.

  • Siummertime de Porgy and Bess


Enquanto fazia sua turn]e europeia, Price casou-se com o interprete de Porgy, o notável baixo-barítono William Warfield . Este casamento durou até 1967, quando eles se separaram. E divorciaram-se no ano de 1973, não tendo nenhum filho.

Como Bess, ela mostrou que tinha talento e instinto para fazer carreira e o Metropolitan Opera House confirmou isso, convidando-a para cantar Summertime no Met Jamboree, em 6 de Abril de 1953 na Broadway.

Price foi a primeira afro-estadunidense a cantar no Met.

Em 1955 ela cantou o papel-título, Tosca, de Puccini para a NBC-TV Opera, com o diretor musical Peter Herman Adler e tornou-se a primeira negra a aparecer em uma ópera televisionada.

Sua estreia em São Francisco em 20 de Setembro de 1957, como Madame Lidoine, na estréia estadunidense de Dialogues des Carmélites, de Francis Poulenc. Poucas semanas depois, quando a soprano italiana Antonietta Stella sofreu de apendecite, Price foi chamada para cantar Aida (papel que a imortalizou)

  • O patria mia da Aida