Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 13 de março de 2008

Otello-Nium mi tema(final)

Otello é uma ópera de Verdi em 4 actos com libretto de Arigo Boito, baseada na obra homónima de Shakespeare, estreada no Scala de Milão em 5 de Fevereiro de 1887.

História de amor e ciúme, como quase sempre acontece na ópera deste tempo Otello ama a sua Rainha Desdémona, mas Iago (o barítono mau da fita como sempre) que o odeia , intriga sugerindo a Otello a infidelidade dela, o que o leva a matá-la.
Otello acaba por matá-la, mas depois descoberto ardil e a mentira de Iago, acaba por suicidar-se é com esta ária que acaba o 4º e último acto de Otello

Que ninguém me tema
por me ver armado. Eis o fim
do meu caminho ... Oh Glória Otello fui

E tu como estás pálida
cansada, muda
é tão bela
boa criatura nascida sob uma má estrela
Fria como a tua casta vida
e no céu recolhida
Desdémona, Desdémona Ah
morta, morta, morta

Antes de te matar ... esposa.... beijei-te
Agora muribundo ... na sombra...
onde jazo
Um beijo.... mais um beijo
ah ... outro beijo



2 comentários:

José Quintela Soares disse...

Ramon Vinay foi considerado o melhor "Otello" de sempre.
E arriscaria Mirella Freni como a melhor "Desdemona".

lfm disse...

Mirella Freni sem dúvida uma grande hipótese, mas acima de tudo acho-a indiscutível na Mimi.

Concorda ?

Luís Maia