Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Lucia di Lammermoor-Tu que a Dio spiegasto l ali(final)

No meu blogue Sindicato de Operários acabei de refazer toda a ópera Lucia de Lammermoor" de Donizetti, onde se pode, de um modo gera,l acompanhar toda a ópera, desde que se siga a ordem das respectivas etiquetas laterais.

O facto de ter acaba este ópera, deu-me a ideia de iniciar uma série de apresentações que chamarei "Finais" onde vou tentar publicar as últimas árias e o fecho de algumas delas.

Neste caso da Lucia de Lammermoor e ao contrário do habitual, não é a protagonista que a acaba, mas sim o tenor neste caso Edgardo suicidando-se após tomar conhecimento da morte de Lucia.
Lucia terminara a sua actuação uns minutos antes quando da extensa intervenção no que se convencionou chamar de ária da loucura.

a ária final “Tu que a Dio spiegasto l ali

Tu que a Deus abriste as asas
oh bela alma apaixonada
volve para mim aplacada
contigo se eleve quem te foi fiel
Ah se a ira dos mortais
Nos moveu uma guerra tão cruel
Se separados fomos na terra
Una-nos Deus no céu
Oh bela alma
Una-nos Deus no céu
Eu sigo-te”

Desembainhando a sua adaga, suicida-se.
Enquanto morre, canta basicamente a mesma ária ao mesmo tempo que Raimundo e o coro se lamentam dizendo

Que horror que horror
Oh! Tremendo e negro destino
Deus perdoa tanto horror”

A interpretação deste papel de Edgardo deve-se a José Carreras, aparentemente numa recita em Bregenz em 1982.


Sem comentários: