Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Cavalleria Rusticana-Ah lo vedi

Voltando à Cavalleria Rusticana, prometo dois documentos para arrepiar, em dois documentos diferentes Fiorenza Cossoto e Giulietta Simionato, no meu critério as duas maiores mezzo da história (talvez junte a Barbieri) da Ópera.

Cantam a mesma passagem, não por comparação, acho que é impossível fazê-lo, As duas ao mesmo tempo, apenas pelo deleite de ouvir aquelas duas maravilhas felizmente ainda ambas vivas, embora retiradas.

Turiddu é o amor de sempre de Santuzza, mas deixou-a por causa de Lola.

Entretanto ele foi para a tropa e quando voltou Lola tinha casado com um comerciante de nome Alfio, tendo contudo voltado a ser amante dele

A cena que antecede esta Lola aparece, quando Turiddu e Santuzza conversavam, mas Lola prefere deixá-los e ir para a Igreja.

Nesta sequência Turiddu começa por lhe perguntar "viste o que fizeste ? " recriminando-a por Lola se ter ido embora sem ele.

Santuzza implora-lhe que não o deixe.

" A tua Santuzza chora e implora-te
como podes rejeitar assim a tua Santuzza ?
Não Turiddu fica
fica mais um pouco
abandonar-me é o que queres ?"

Turiddu contesta

"Porque me persegues, porque me espias
mesmo á entrada da igreja ?

Acabando por ser mais incisivo no repúdio ao dizer :

"Vai-te embora repito
não me incomodes
é inútil lamentares-te depois da ofensa"

Atirando-a ao chão e dirigindo-se para a igreja, clamando

"Dell ira tua nom mi curo"
"As tuas ameaças não me assustam"

Santuzza grita-lhe em final de dueto

" A te la mala Pasqua. spergiuro !
Desejo-te uma má Pascoa, perjuro !

(Muito embora a Cavalleria Rusticana, não tenha árias com notas demasiado altas, o certo é que o papel de Santuzza foi escrito para voz soprano. Notável os desempenhos da Simionato, e da Cossoto na sua enorme capacidade de cantar maravilhosamente este papel.

Para ouvir o vídeo cantado por Fiorenza Cossoto e Plácido Domingo clicar aqui.

Para ouvir Simionato e Angelo Laforese clicar
aqui

4 comentários:

Maria disse...

A Fedora Barbieri bem merece figurar junto às duas mezzo-sopranos que refere, foi uma excelente intérprete verdiana e nesta ópera também fez uma óptima Mama Lucia.

LFM disse...

Vou dedicar-me à tarefa de descobrir as mezzo de hoje, só tenho referências das antigas é uma falha minha,

No meu blog Sindicato de Operários (http://soperarios.blogspot.com/)acabei de reconstruir a Cavalleria Rusticana, que foi parcialmente destruída pela retirada de alguns vídeo do You tube.

Maria disse...

Bem-haja pelo prazer que proporciona com estes seus blogs. Bom trabalho!

LFM disse...

O prazer de o ter e partilhar