Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

terça-feira, 2 de junho de 2009

Sobre a morte de Nicolai Ghiaurov



Passam hoje 5 anos sobre a morte de Nicolai Ghiaurov o extraordinário baixo búlgaro, nascido em Velingrad a 13 de Setembro de 1929, vindo a morrer de ataque cardíaco em Modena em 2 de Junho do ano de 2004.

Cidade onde vivia com sua esposa s prodigiosa soprano Mirella Freni com quem casara em 1978.

Ghiaurov estreou-se em 1955, quando após vencer o Grande Prémio no Concurso Internacional de Canto em Paris e o primeiro prémio e medalha de ouro do quinto Festival Mundial da Juventude em Praga., fez sua estreia no mesmo ano cantando Don Basilio do Barbeiro de Sevilha de Rossini


Podemos ouvi-lo cantar a ária A te l'estremo addio da ópera Simão Bocanegra, cantado no Scala de Milão em 1978

A te l'estremo addio, palagio altero,
Freddo sepolcro dell'angiolo mio!...
Né a proteggerti io valsi!... Oh maledetto!...
E tu, Vergin, soffristi

Rapita a lei la verginal corona?...
Ma che dissi!... deliro!... ah mi perdona!
Il lacerato spirito
Del mesto genitore
Era serbato a strazio
D'infamia e di dolore.
Il serto a lei de' martiri
Pietoso il cielo diè...
Resa al fulgor degli angeli,
Prega, Maria., per me.

Assim canta Fiesco pai de Maria no prólogo desta ópera, chorando a sua desventura de pai.


1 comentário:

☆ Sandra C. disse...

ai, eu gostei disso de postar as letras.
fica mais interessante enquanto acompanhamos os vídeos.

que barato!

http://doodleordie.blogspot.com/