Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Simão Bocanegra-Orfanella il tetto umile

Que maravilha este dueto, cantado há 30 anos no Scala sob a direcção de Abbado.
Este Piero Capuccilli, já desaparecido fico na história como um dos maiores barítonos de sempre, que recordação inesquecível te-lo ouvido cantar ao vivo.

Quanto à Frenni que dizer mais desta voz de ouro ?

Ainda do primeiro acto , cena VII





3 comentários:

José Quintela Soares disse...

Também tive a felicidade de ver várias vezes Cappuccilli no S.Carlos.
Depois da geração de "ouro de barítonos (Gobbi, Bechi e Bastianini), Cappuccilli é, para mim, a grande figura. Havia Bruson, mas não era tão completo.

Um abraço.

Luís Maia disse...

Recordo há 30 anos no S.Carlos, o Trovador

Cappuccilli, num dos seus grandes papéis (Luna), a novíssima Zampieri e Cossotto numa das suas Azucena de sonho o Vicenzo Bello e o imprescindível (sempre que havia Cossotto) Vinco

José Quintela Soares disse...

Também estive lá.
Inesquecível.
Fantástico!