Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

domingo, 13 de abril de 2008

Força do destino-Pace pace mio Dio

No início do segundo quadro do último acto, Leonora, pálida e desfigurada, sai da gruta e dirige-se para o sítio onde todas as semanas o Padre Guardião lhe deixa os alimentos.

O isolamento não lhe trouxe a desejada paz de espírito. Ainda sofre e ama,

Alvaro, io t'amo.
E su nel cielo è scritto:
Non ti vedrò mai più!

como quando se retirou do mundo e implora a Deus que lhe dê a graça da morte.

Oh Dio, Dio, fa ch'io muoia;
Che la calma può darmi morte sol.
Invan la pace qui sperò quest'alma
In preda a tanto duol.

Ouve-se um ruído e a eremita volta a esconder-se na gruta

Anna Tomowa-Sintow (falecida) canta esta ária, um dos seus papéis favoritos

Para ver o vídeo clicar >>>>>>>> aqui

Sem comentários: