Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Victória de los Angeles

Victoria de los Angeles nasceu a 1 de Novembro de 1923 e viria a falecer a 15 Janeiro 2005, é uma soprano catalã do mais alto nível, cuja carreira começou no início dos anos 1940 e atingiu seu auge a partir de meados de 1950 até meados da década de 1960.

O Times afirmava que ela deve ser contada "entre os melhores cantores da segunda metade do século 20". James Hinton Jr. para a revista Opera, em 1954 elogiou o seu "meltingly meia voz linda ".

Elizabeth Forbes, escrevendo no The Independent em 17 de Janeiro de 2005, também observou que "É impossível imaginar uma bela voz mais pura do que a da Victoria de los Angeles, no auge de sua carreira nos anos 1950 e início dos anos 1960".

A sua voz pode ser melhor descrito como o de uma soprano lírica flexível completa com bastante peso e volume para cantar papéis dramáticos.

Ela também cantou alguns papéis mais comummente associadas ao repertório mezzo-soprano. Na parte final da sua carreira ela fez menos aparições em espectáculos de ópera, optando por dar recitais, enfocando principalmente no repertório francês e espanhol

Nasceu em Barcelona numa família de músicos com quem cantava antes de entrar no conservatorio do Liceo da sua cidade, onde estudou piano canto.

Em 1947 ganhou o primeiro prémio do concurso internacional de canto de Genebra.

Depois de debutar, continuaram seus êxitos em diferentes lugares. Seu primeiro papel foi o da condessa de Almaviva nas bodas de Fígaro, em Madrid, no ano de 1945

  • Canatando Voi che sapete dessa ópera.



La Em 1950 estreou-se no Covent Garden de Londres com o papel de Mimi na ópera de PucciniBohème.

Más tarde representou no La Scala de Milão no papel principal da ópera de Strauss Ariadnaen Naxos.

Deu concertos no Carnegie Hall de Nova York e interpretando na Ópera Metropolitana o papel de Marguerite da ópera de Gounod Fausto.

Apareceu como Isabel no Tannhäuser de Wagner em Bayreuth entre 1961 e 1962.

  • Cantando Dich teure Halle da Tannhauser



Desde 1969 reduzio consideravelmente seus recitais em público, como disse em cima passando a dedicar-se mais a aparecer em recitais, ei-la num deles

  • Cantando "La violette" de Scarlatti

Sem comentários: